sábado, 2 de maio de 2009

MISTÉRIOS E CAMINHOS

Quantos mistérios, quantas palavras...
Quanto ainda não sei!
Quantas dúvidas em minha mente.
Procuro nas palavras os sentidos, as verdades.
Procuro por aquilo que nunca diz...
Palavras e significados, palavras e emoções.
Esconderijos, labirintos, luzes e sombras.
Com o que aprendi, por onde andei?
O que fiz? Guardei? Usei?
Não quero que tudo isso se transforme em conhecimento inútil.
O que posso fazer?És meu guia.
Em tua mão tens a minha e eu confio em ti.
De que adiantam meus olhos e meus ouvidos, se não consigo enxergar e se não posso ouvir?Minhas pernas teimavam em percorrer os caminhos já conhecidos.
Agora ainda não sei por onde ando, onde chegarei.
Esperas muito de mim e conheces os meus limites.
Que luz é essa que me dá esperança e que fogo é esse que me queima?
Quero luz e fogo mansos para que eu não seja levada pela paixão.
Quero que tudo se apresente com a frieza dos cálculos matemáticos.
Sem riscos. Sem erros. Sem hipóteses.
Não!Quem eu quero enganar?
Me sabes tão bem e nenhum jogo de palavras consegue esconder o poderio da minha alma!
Quero o equilíbrio, mas não consigo evitar o sentimento, que chega a mim em ondas de alegria e explode!
Luz, fogo, paixão, movimento, nascimento, morte.
Quero a paz dos percursos lineares. Seguros.
Minha história me trouxe até aqui.
Sei bem onde estou.
E tudo se repete, se renova.
O caminho se desenha à minha frente e, entre tantas,
Só levo uma certeza.
Quero que estejas comigo.
Sueli

Nenhum comentário:

Postar um comentário