segunda-feira, 20 de junho de 2011

OS PONTEIROS DO RELÓGIO





















Somos eternos e o tempo não existe!
Existem os fatos que se sucedem, se transformando em história e saudade.
Existem todas aquelas coisas que pretendemos fazer e é preciso sabedoria para determinar o que é prioridade em nossa alma e o que é simples desejo de nosso ego.
Nesses dias digitais, virtuais, os ponteiros do relógio desapareceram, não há mais tic-tacs.
Só nosso coração persiste em seu ritmo e muitos nem se dão conta que ele está batendo.
Tic-tac, tic-tac, tum-tum, tum-tum, tum-tum.
Bate coração!
Bate sereno, bate afobado.
Me faz saber das alegrias e das emoções.
Deixe que eu ouça o ritmo da Vida.

Sueli