terça-feira, 12 de julho de 2011

PASSADO, PRESENTE, FUTURO

Quero perder o medo dos vazios, da folha em branco,
das curvas nas esquinas.
Quero simplesmente me entregar em confiança.
Prestar atenção em cada tom.
Nas notas, em todas as coisas.
Graves, agudos, vermelhos e pálidos.
Em retribuição à Vida, também espalharei cores.
Derramarei cheiros e odores, tintas, carícias.
Esse é o segredo do Tempo!
Em mágica alquimia, ver surgir o produto de suas idéias,
Sentir a emoção de cada encontro,
Se deixar arrepiar pelos sons de uma melodia perfeita.
Provocar prazer e saudade.
Construir cada dia, como quem arruma a mala pra viagem.
Depois olhar a foto amarelada,
em meio a tantas outras e
querer ainda mais, muito mais
Sueli

8 comentários:

  1. Nossa que lido este vers, chegou a me emocionar. È profundo.

    ResponderExcluir
  2. oi. tudo blz? estive aqui dando uma olhada. muito legal. apareça por la. abraços.

    ResponderExcluir
  3. uhh que profundo! Adorei! Passsa la no meu blog tb!Bjsk

    ResponderExcluir
  4. É difícil encontrar mulheres que ainda tem em si um sentimento não banalizado,puro.Parabéns.

    ResponderExcluir
  5. Como é difícil encontrar blogues como este. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pelo o que você sente na sua alma, mesmo sendo talvez seu eu lírico, mas se for, mesmo assim tem que ter muito sentimento. Parabéns pelo blog. Já estou te seguindo!!

    ResponderExcluir
  7. Concerteza as pequenas coisas da vida hoje estão deixando de ter o seu valor real, mas é assim escrevendo belas palavras, que descobriremos o valor. Hudson Carneiro.

    ResponderExcluir
  8. Bonito texto, os meus parabéns! Passe pelo o meu blogue e se desejar deixe um comentário.

    ResponderExcluir